Ser feliz quando doa é mais emocionante

Os Guinnes disse uma coisa interessante:”Em meio a tantas riquezas materiais, existe uma pobreza espiritual”.
E foi justamente isso que o Mestre ensinou há uns dois milênios. Ele alertou que a pessoa seria feliz se ela compartilhasse seus recursos materiais. Podemos ler isso em Atos 20.35
“Há maior felicidade em dar do que em receber”.
Mas… em sã consciência perguntamos: quem é doido de acreditar nisso?
Ou ainda: será que tem algum aloprado que faz isso?
A resposta: sim tem doido que acredita nisso e, tem aloprado que pratica isso. Eu conheço alguns.
Assim como conheço muitos que jamais vão sublinhar aquele verso. Crer e praticar isso é impensável, pensam essas pessoas que são tomadas pelo egoísmo e pela falta de compromisso com Cristo e o Seu reino.
Tenho a experiência de “pedir” dinheiro para muitos ministérios. Daria para escrever aqui muitas páginas das desculpas mais esfarrapadas que as pessoas dão para não contribuir. Impressiona a criatividade quando não se quer ajudar.
E assim a vida vai… até chegar o grande dia em que se fecham o olhos aqui e os abrem na frente do Cordeiro de Deus.
O resto é história.
Eis que o semeador saiu a semear. Peça a Deus a oportunidade de semear sempre e sempre a oportunidade aparecer lance a semente, pois no devido tempo ela dará o seu fruto.
Em fazendo isto, vamos experimentar a promessa de Jesus Cristo em nossas vidas.

Antonio Carlos Barro

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*