O que está dentro é o que importa

Autor: Autor Desconhecido
Brandão tinha vendido balões a tarde toda. De repente apareceu um garotinho do outro lado da rua. Ele ficou olhando cuidadosamente pelo menos trinta minutos. Finalmente o menino disse: “Ei moço, você acha que os balões verdes podem voar tão alto quanto os outros balões?”

“Claro”, disse Brandão, não dando muita atenção ao garoto.

Depois de vários minutos, o menino perguntou novamente: “Ei, moço, você acha que os balões vermelhos podem voar tão alto quanto os outros balões?”

“Claro”, repreendeu Brandão.

Passaram-se mais alguns minutos e o menino voltou a perguntar: “Ei moço, que tal os balões pretos? Você acha que os balões pretos podem voar tão alto quanto os outros balões?”

Brandão atravessou a rua em direção ao menino, deu-lhe um balão e disse: “Não é a cor do balão que o faz voar. É o que está dentro do balão que o faz voar.”

É “o que está dentro” que nos faz “voar” em nosso relacionamento com Deus. Leia Amós 6. 1-7 para ver que Deus adverte Israel por ignorar a fonte do real valor.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*