O cristão e os entretenimentos eletrônicos

Autor: Autor Desconhecido
Durante algum tempo tenho observado o comportamento das pessoas no que diz respeito a microcomputadores, internet, tv, etc. Resolvi então escrever este artigo que mostrará como uma pessoa pode se tornar totalmente alienada devido a excessiva utilização do microcomputador e ainda do acesso a internet.

Certo dia estava com um amigo conversando, aproximou-se um conhecido nosso que apertando a mão do meu amigo disse:

“E ai, prazer em conhecer… fulano_de_tal@… .com.br”

Esta pessoa se identificou ao meu amigo usando o email, ao invés de falar o seu nome. Ficamos atônitos, percebi o quanto esta pessoa estava envolvida com internet, a ponto de não mais se apresentar usando o seu nome, mas sim usando o nome do seu email. Durante a conversa pude observar que não havia outro assunto a não ser MIRC, ICQ, Chat, URL, FTP, Etc.

Isto é apenas o começo, certa vez quando um conhecido nosso instalava o programa windows, apareceu aquele quadro de licença com a opção de aceitar ou não o termo, esta pessoa virou para nós e disse: “Eu aceito as normas do Bill Gates…”. Mais uma vez observei como as pessoas ficam alienadas, mesmo falando por brincadeira, estão sendo cada vez mais envolvidas por estas coisas, e não se dão conta disso.

Visitei uma familia onde o computador tinha um espaço de destaque na casa, toda família ficou impactada desde a chegada do microcomputador. Acredito que de 0 a 80 anos, todos ali queriam cada vez se aprofundar neste mundo digital, a ponto de uma senhora dizer repetidas vezes: “Eu preciso aprender a usar a internet…”, “Eu preciso aprender a usar a internet…”,tal expressão chegou a ser hilariante, devido a forma como foi dita. Recentemente estava em uma loja e vi um anúncio tendencioso que me chamou a atenção, ele dizia: “Ele já mudou a sua vida?”, se referia a uma marca de microcomputador conhecida mundialmente.

Examinando mais de perto podemos ver que isto demonstra que as pessoas estão cada vez mais sendo levadas por estas tendências, se envolvendo cada vez mais nestas novidades que a tecnologia nos possibilita. Não estou querendo dizer que o microcomputador ou a internet em si sejam prejudiciais, mas me refiro a pessoas que se isolam do mundo, dos amigos, as vezes até da namorada ou esposa, e entram fundo neste cyberspace, neste mundo virtual.

Vejam por exemplo uma sala de bate-papo na internet (chat), você pode se passar por qualquer pessoa, não importa qual, existe uma máscara que esconde as pessoas. É exatamente ai que as pessoas dão vazão a pensamentos que brotam no fundo do coração, onde só Deus conhece. Já ouvi falar sobre namoros virtuais, ouvi dizer de pessoas que chega ao ponto de deixar a esposa dormindo e vão se encontrar (com hora marcada) em salas de “bate-papo”. Jesus disse que do coração do homem procede os maus desíginios (Marcos 7:21); o pecado tem a origem no coração do homem.

Existe também as amizades virtuais, muito bem eu não vejo nada de mais nisso desde que usado com moderação e equilíbrio. Mas porque este isolamento? Porque tem que ser em um teclado? Aliás o teclado em si leva ao individualismo, prova disso é que só pode ser usado por uma pessoa. Não seria melhor “bater-papo” em uma praça ou na casa de irmãos da igreja ou amigos? Eu sei que vivemos dias em que as pessoas não saem mais nas ruas ou praças, mas isto não justifica. A Bíblia diz que há tempo para todo propósito debaixo do céu. (Eclesiastes 3:1b)

As crianças também estão cada vez mais envolvidas com entretenimento eletrônico. Hoje vemos crianças que gastam horas por dia em frente a um video-game, conheço um garoto que quando ainda pequeno ganhou um. O assunto dele hoje não é outro senão jogos eletrônicos, inclusive de destruição como: DOOM, DUKE NUKE, e outros. Sou de uma geração que brincava nas ruas, fazia carros de latas, ou patinetes de madeira, brincava de rodas, cantava cirandas, etc.

Até que ponto vale a pena você dar para uma criança um video-game, onde há jogos de luta ou jogos de destruição onde o jogador é colocado em túneis escuros e calabouços com simbolos usados por rituais pagãos, onde irão aparecer monstros, criaturas horriveis, onde a mensagem do jogo é “destrua tudo” ou “Atire em todos”, e ainda a visão do jogo é em primeira pessoa, onde o jogador tem a nítida sensação de que realmente está naqueles lugares (Tipo 3D).

Conheco um rapaz que estava tão fascinado com jogos em primeira pessoa tipo DOOM, que chegou ao ponto de apagar a luz e colocar um lençol em cima dele e do computador, para com isto ter a ainda mais a sensação de estar dentro do jogo, e ainda para se desligar do mundo que o cerca.

Não podemos nos calar diante destes fatos, qual tem sido a nossa posição como Cristãos? Muitas das vezes gastamos horas em frente a um computador e não oramos nem sequer uma hora, não lemos a Palavra de Deus, não temos comunhão com o Senhor. Temos estar alertas, senão acabaremos enredados por estas coisas. Temos que pedir discernimento de Deus para poder romper com todas estas coisas, que nos fazem perder a visão de Deus, que nos fazem perder o zelo das coisas do Senhor. Temos que ter prazer na Lei do Senhor e nela meditar de dia e de noite (Salmo 1:2). Tú te lembras do culto doméstico? Onde a Palavra de Deus era lida, onde a família sentava-se ao redor da mesa e orava pedindo a Misericóridia do Senhor, a Proteção do Senhor, a Graça do Senhor. Pois bem, hoje em dia as pessoas não sentam à mesa nem mesmo para as refeições, sempre há algo de interessante na TV. Há alguns dias atrás faltou energia elétrica em nosso bairro, passado alguns minutos as pessoas foram para as ruas, fui para frente de minha casa e gastei longo tempo conversando com meus vizinhos na calçada, quando a energia voltou, literalmente todos se levantaram e o grupo se dispersou, logo em seguir já se ouvia o barulho da TV!! 🙁 Outro exemplo foi em um restaurante, estava com a minha noiva e fiquei pasmo ao ver como todos observavam atentamente o noticiário da noite, familias inteiras. Disse para minha noiva, como pode? Não dá para entender, mas as pessoas não percebem isto, já estão impregnadas.

Avalie com sinceridade quanto tempo você tem gasto com entretenimento eletrônico, e veja se você também se enquadra neste perfil que mencionamos, espero que não. Deus nos tem chamado a Santidade. Se você não atentou para isto, se você está também envolvido com esta agitação moderna onde as regras são ditadas por quem detém a informação, onde as pessoas são manipuladas através da mídia; ainda há tempo para sermos fiéis no tempo, a Bíblia diz: “Remindo o tempo, porquanto os dias são maus…” (Efésios 5:15,16). Cristo vem buscar uma igreja sem mácula!! (Efésios 5:27). Se estamos buscando um avivamento nacional, é tempo de nos santificarmos e dizermos como disse o Nosso Senhor Jesus Cristo: “Aí vem o príncipe deste mundo, e Eu nada tenho com ele”. (João 14:30)

A Paz do Senhor Jesus Cristo.
Email: faithcom@ig.com.br

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*