Lições de um tombo – sermão para jovens

Autor: Eurípedes da Conceição




Atos 20. 1-12

Paulo e sua comitiva estavam em mais uma viagem missionária. O verso 4 dá os nomes de alguns dos membros da comitiva. Eles se encontram na cidade de Trôade.

A viagem é narrada por Lucas, um médico que faz parte da comitiva. Lucas é testemunha ocular de tudo o que está acontecendo.

Era o primeiro dia da semana – dia equivalente ao domingo no calendário ocidental. Era também o dia da comemoração da Ágape, a Festa do Amor.

Paulo aproveita o momento festivo para reunir a Igreja, exortá-la a permanecer na fé e celebrar a Santa Ceia.

Uma vez que Paulo teria que partir já na segunda-feira, ele tinha que aproveitar ao máximo o curto espaço de tempo para doutrinar a igreja e compartilhar tudo o que Deus estava fazendo naqueles dias.

O culto teve hora para começar, mas não tinha hora para terminar. Paulo começou a pregar e seu sermão se estendeu até a meia-noite.

O texto diz que havia muitas lâmpadas no salão de culto. Na verdade as lâmpadas eram tochas alimentadas a óleo.

Naquela época era comum a fumaça do óleo queimado em contato com a vista provocar sono nas pessoas.

Lá pelas tantas… um jovem… escolheu um lugar inadequado para se assentar: Onde?

… uma janela no terceiro andar.

Talvez fosse um daqueles jovens teimosos que o pastor chamava para se assentar na frente, mas ele não obedecia e empacava no mesmo lugar.

Paulo pregava… pregava… pregava…. as pessoas se alegravam… havia júbilo na igreja…

Mas aquele jovem não sentia nada… apenas sono e tédio… Ele não via a hora de terminar aquele sermão enjoado!!!

A presença de Paulo era chata! Que cara cansativo! Que sujeito enfadonho!

Mas aquele jovem não sabia que naquela noite aconteceria algo que mudaria a sua vida para sempre!

Quem era esse jovem? O que aconteceu com ele? … Vamos ler o verso 9.

Ele caiu da janela do terceiro andar e morreu… Morreu!!!

E agora???

Pasmem… O pregador, que para aquele jovem era chato… cansativo… enjoado… interrompeu o sermão…

… desceu… inclinou-se sobre o jovem… abraçou o jovem morto no chão… e o moço ressuscitou!!!

“Desceu”… “inclinou-se”… “abraçou”… São gestos bem sugestivos… Não são gestos comuns…

Paulo demonstra gestos de misericórdia, de amor, de compaixão por alguém que o rejeitou.

Aqui aprendemos algumas lições muito preciosas. Anote aí!!!

1ª Lição: Não despreze quem pode te ajudar.

O jovem desprezou Paulo, mas na hora que ele caiu da janela, Paulo interrompeu tudo para ajudá-lo.

Paulo abraçou aquele jovem… e o abraço lhe trouxe de volta a vida. Não era apenas o abraço de Paulo… era o abraço de Jesus. Paulo era o instrumento… Aquele jovem recebeu o abraço de Jesus!

Às vezes desprezamos as pessoas… as ignoramos… mas um dia acontece uma reviravolta em nossa vida e Deus nos coloca sob os cuidados daqueles que nós desprezamos.

Você tem desprezado Jesus, mas na hora que você cai da janela… na hora de sua dor, de sua aflição, Jesus pára tudo… desce… se inclina sobre você… te abraça … e te dá novo ânimo.

Por que você continua desprezando Jesus?

2ª Lição: Saia da janela!

Aquele jovem estava sentado na janela… não prestou atenção na pregação… foi tomado pelo cansaço… adormeceu… caiu… e morreu.

Por que ele estava sentado na janela? Existia uma razão para ele estar ali naquela janela!

A janela, aqui no texto, representa muito mais do que uma simples janela…

A janela é como os olhos… coloca-nos em contato com o mundo… Era o lugar onde aquele jovem poderia olhar para fora… olhar para o mundo.

A janela representa o lugar onde muitas pessoas escolhem estar quando não querem viver uma vida de compromisso com Jesus e sua palavra.

Aquele jovem certamente não era convertido. Por esta razão ele escolheu ficar na janela!!!

Ele estava vivendo um conflito… Não sabia se ouvia o sermão de Paulo que trazia a mensagem do evangelho ou se escutava as vozes da rua.

Ele não sabia se ouvia a palavra de Deus e se comprometia com Cristo ou se olhava através da janela e recebia a oferta do mundo… do pecado…

Há jovens na igreja que se sentem atraídos pelas coisas do mundo!!!

São jovens que não saem da janela…

Eles são atraídos pela prostituição, pela pornografia, pelas drogas, pelo álcool… pela violência… Oscilam entre o céu e o inferno… entre a vida e a morte!

Jovem! Saia da janela de satanás! Esta janela ainda vai te dar um tombo e te levar a morte!

Ouça a Palavra de Deus! Entregue sua vida a Jesus! Assuma um compromisso com Deus e com a Igreja! Seja um cristão de verdade!

… Saia da janela!!!

3ª Lição: Não perca a segunda chance!

Aquele jovem era um sujeito displicente e não queria nada com o evangelho.

Ele morreu… mas graças ao poder do Senhor Jesus manifesto no abraço de Paulo, ele voltou à vida. Ele teve uma segunda chance.

Vamos ler o verso 12.

Aí diz: “Então, conduziram vivo o rapaz e sentiram-se grandemente confortados”.

O verbo “conduzir” significa “guiar”, “levar”, “dirigir”, “apascentar”, “discipular”…

Ao ter uma segunda chance, aquele jovem deixou-se conduzir… deixou-se apascentar…

… Permitiu que seu pastor o pastoreasse… ele permitiu que seus irmãos em Cristo o conduzissem .

O resultado é que todos “sentiram-se grandemente confortados”.

Aquele jovem aproveitou a segunda chance que Deus lhe deu. Mas ele precisou cair da janela…

Será que você também vai precisar cair da janela?

Você está esperando cair da janela e morrer para dar valor ao evangelho de Cristo?

Por que você insiste em rejeitar a presença de Jesus em sua vida?

Você… que está na igreja… que é membro da Igreja… que ouve tantos sermões como aquele jovem ouviu, mas continua resistindo ao chamado de Jesus… Ele está te dando uma segunda chance… aproveite!

Você… que não pertence a nenhuma Igreja… que ouve tantas vezes a mensagem do evangelho, mas não aceita Jesus como salvador pessoal… Jesus está te dando uma segunda chance… aproveite!

Você… que já caiu da janela uma vez e está experimentando o abraço de Jesus… aproveite!

Não perca a segunda chance!!!


Contribua com sua opinião