Integridade e desintegração

Liderança segundo a Bilbia

Um movimento cristão que quer buscar jeitos práticos e cristãos para um estilo de vida mais consciente referente o mundo de Deus, escreve sobre o problema da consciência pesada referente a ecologia. No final das contas uma consciência pesada não ajudaria senão traduzimo-la em ação. Dave mostra um caminho para integridade em meio a desintegração.

A presença fundamental de Deus: Salmos 24:1 nos lembram de que “A terra é do Senhor e tudo nela.” é tão escandalosamente contracultural – deveria ser um mantra de cada dia, informando nossas escolhas de compra e nossas maneiras de viajar. Todos os compartimentos de nossas vidas, tudo o que fazemos, comemos, respiramos, e pisamos é criado e sustentado pelas mãos amorosas de Deus.

Ritmo e descanso: Uma maneira de quebrar maus hábitos é a criação de novos hábitos melhores, ritmos de vida que nos sustentam e formam o tecido da vida. Isso pode significar tirar tempo para cozinhar com ingredientes originais, gastar menos tempo conectado à internet, ou recitar um salmo ao fazer compras. Pode significar começar a falar sobre a nossa fé no trabalho, e as nossas decisões ecológicas na igreja. Ligando os pontos… e tudo o que fazemos, precisamos descansar para celebrar o sábado de Deus para toda a criação.

Prestação de contas: Preciso de pessoas que questionam minhas inconsistências e me ajudam a viver o que eu prego. Os adolescentes ao meu redor fazem isso sem pedir licença! A quem respondemos referente o que compramos, comemos e como viajamos? Não se trata de comparação ou coerção, mas de apoio mútuo entre amigos, ajudando-nos a viver com integridade. Há duas ou três pessoas que você pode encontrar regularmente para falar sobre destes enigmas do estilo de vida?

Comunidade: O individualismo é a semente da desintegração do nosso mundo. Deus existe na comunhão divina de Deus Pai, Filho e Espírito Santo, e nosso mundo quebrado só pode ser curado, quando nós reconstruímos as relações dentro de nós mesmos, com os outros e com a comunidade da criação. A igreja deveria influenciar a vida integral. Não deveria celebrar os cultos, mas ser um povo com muita biodiversidade que nos encoraja, desafia e inspira. E os nossos vizinhos? Quantos dos muitos compartimentos de nossas vidas nós compartilhamos com eles?

Desfrutando o mundo de Deus:Uma razão do compartimento da vida é o cansaço e estresse. Nós nos trancamos com o que não podemos lidar. A renovação começa quando passamos tempo na presença de Deus no jardim da criação. Cultivar plantas, alimentando os pássaros no jardim, respirando ar fresco, aprender a observar e meditar sobre a mão de Deus nos ciclos da natureza são práticas espirituais que proporcionam esperança e unem os fragmentos de vida.

Escrito por Dave Bookless, de A Rocha UK
Traduzido por Dr. Stefan Kürle
Professor da Faculdade Teológica Sul Americana, Londrina PR

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*