Chamados para pastorear

“E disse-lhes: Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens.”(Mt 4.19)

Jesus caminhando junto ao mar da Galiléia, viu Pedro e André e fez um convite: venham. Andem comigo e eu os ensinarei serem pescadores de homens. E de fato Jesus caminhou com esses homens e mais alguns, ensinando o que fazer e como fazer, e também como agir, falar, viver, etc.
Uma coisa que notamos é que em nenhum momento Jesus falou vão acumulem riquezas primeiramente. Construam uma empresa, sejam profissionais, ganhem dinheiro, e depois de tudo isso me sigam, ou depois de tudo isso; vão e sejam missionários, ou pastores.
Em outro momento, ao ser perguntado sobre o que deveria fazer; Jesus disse: vai vende tudo o que tem e me siga.
Hoje o que vejo é exatamente o contrário disso. Somos orientados a construir uma carreira, uma empresa, para depois disto ir para o seminário, ir para o campo, ir para missões. Somos orientados a gastar nossa juventude buscando aquilo que Deus fala que ia ser acrescentado. Somos orientados a juntar dinheiro primeiro para depois pensar em engajar na obra, afinal se já temos uma fonte de renda, podemos nos sustentar no campo sozinho.
Alguns anos depois e depois de ter sido sacrificado, morto e ressuscitado; Jesus aparece para o mesmo discípulo Pedro e diz: Pedro apascenta as minhas ovelhas; ou seja: Pedro cuida das minhas ovelhas.
Pedro é convidado para aprender a ser pescador de homem, e depois é convidado a tomar conta das ovelhas.
Hoje o que vemos é exatamente o contrário.
A Bíblia diz: “Buscai, pois em primeiro lugar o seu reino e a sua justiça, e todas as coisas serão acrescentadas”, hoje os “pastores” dizem: busquem primeiro uma profissão, um patrimônio, uma fonte de renda, e depois vão buscar o reinos dos céus e as suas ordenanças.
A Bíblia diz: “cuide das minhas ovelhas”; hoje os pastores querem distância das ovelhas. “Pastores” que não vivem com suas ovelhas; “pastores” que não conhecem suas ovelhas; “pastores” que não querem envolvimento com suas ovelhas.
A Bíblia diz: “acumulem tesouro nos céus”; e os “pastores” dizem: acumulem na terra.
Seminários que não formam pastores e sim teólogos, gestores, administradores, conferencistas, e mais algumas coisas; menos pastores.
E por conseqüência vemos pessoas que se intitulam pastores que não são pastores. São gestores, administradores, gerentes, teólogos, pregadores, conferencistas, estudantes, empresários, políticos, animadores, músicos; tentam ser tudo, menos pastores.
O que aconteceu com o chamado de Deus para pastorear ovelhas? Será que a pós-modernidade mudou as ordens de Jesus? Será que nos tempos de pós-modernidade Deus perdeu a capacidade de sustentar seus filhos? Deus disse que jamais um filho seu passaria fome!

Deus nos incomode para de fato buscar o seu reino e a sua justiça; incomode-nos para de fato buscarmos acumular tesouros nos céus; incomode-nos para de fato sermos pastores de ovelhas; incomode-nos para de fato e sinceramente viver um evangelho, um cristianismo de acordo com a sua vontade.

Joel Amaro

Compartilhe a BênçãoShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this page