A humildade forma o caráter

Autor: Fred Souto
O escritor Andrew Murray sentenciou em certa ocasião: “A humildade é a perfeita tranquilidade de coração”. Para que ela possa formar o nosso caráter, não podemos gerar algumas expectativas que desviem o nosso coração dos objetivos e da missão que o Senhor nos deu. Jesus nos chama a viver segundo seus próprios princípios. Talvez não tenhamos noção do que é viver segundo os propósitos de Deus, por isso não há tranquilidade em nosso coração.

Desejamos saber o que acontecerá quando seguirmos nesta direção. Será que os nossos objetivos pessoais serão alcançados? Deus suprirá mesmo, todas as nossas necessidades? Creio que a vida de Jesus nos ensina algumas lições que podemos tomar para nós, para saber como Ele trabalha em nossa vida: 1ª) Consiste em nada esperar, Ele suprirá as nossas necessidades, no seu tempo. 2ª) Não se admirar diante de coisa alguma que nos aconteça, nas mãos d’Ele, nossa vida torna-se uma grande aventura. 3ª) Não ficar ressentido de coisa alguma, nossas aflições serão com Ele vencidas. 4ª) Não se entristecer quando ninguém nos elogia, ou até nos desprezam; ao nosso Senhor cabe toda a honra. Viver com o Senhor é permanecer n’Ele, sentindo a paz e a tranquilidade de um profundo oceano, mesmo quando ao nosso redor tudo estiver em grande alvoroço. Para buscar a face de Deus é necessário humildade, porque não há em nós, nenhuma virtude para estarmos diante d’Ele.

Também entenderemos, que em nenhuma outra pessoa, por melhor que ela seja, encontraremos qualquer qualidade que nos leve até Deus, mas, mesmo assim, ela pode ser instrumento d’Ele em nossas vidas.

É preciso silenciar o nosso EU para poder ouvir a voz de Deus em nossos corações. No silêncio das nossas almas encontraremos a glória de Deus, assim descobriremos o tamanho do seu amor e nos entregaremos arrependidos. Precisamos aprender a silenciar as nossas vontades e desejos, pois só assim tranqüilizaremos o nosso coração. Buscar a face do Senhor em oração, para que Ele nos dê forças para convertermo-nos dos nossos maus caminhos, clamando por sua misericórdia, pois a sua promessa é de perdão dos nossos pecados, benção, cura de nossa alma e restauração de nossa vida.

Oração: Pai querido, ajuda-nos a vencer a nossa própria incompreensão de quem tu és para nós. Ensina-nos a tua vontade, mostra-nos a tua direção e dirige os nossos passos, de forma que sempre possamos cumprir a missão que nos confiastes. Que tua face resplandeça em nós; que a tua misericórdia possa nos alcançar; para que a tua presença encha o nosso coração de paz. É o que oramos e agradecemos em nome de Jesus. Amém!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*