5 coisas importantes sobre o Reino de Deus

o reino de deus
5 coisas sobre o reino de deus

A doutrina do Reino de Deus não é muito bem entendida pelos pastores, líderes e crentes em geral. Fala-se muito sobre o tema, mas quase ninguém explica os detalhes, os conceitos e a importância desse tema para a igreja e a igreja em missão no mundo. Georgia Harkness, teóloga norte-americana, elencou cinco aspectos sobre o Reino. Leia com atenção porque creio que poderá ajudar você.

Primeiro, o reino significa a soberania, o governo justo de Deus. É um governo no quais poderes e bondades, julgamento e misericórdia são combinados.

Segundo, este governo soberano de Deus precisa ser aceito por nós em fidelidade e grata obediência. Não existe um reino real sem súditos. O reino não é destruído pela desobediência, porque Deus ainda governa em julgamento. O convite para buscar primeiro seu reino e sua justiça certamente exige obediência. Sem isso, apatia gera a anarquia se vontade de Deus é desrespeitada.

Terceiro, o alvo do reino aponta em direção a uma sociedade de pessoas redemidas. Uma sociedade redimida é aquela na qual a salvação é procurada e encontrada, não como indivíduos isolados, mas numa comunidade de indivíduos que se expande.

Quarto, o reino enfrenta oposição a todo o momento, e esta oposição é latente mesmo nas nossas ações mais meritórias. Não podemos minimizar o poder do mal. Essa oposição pode vir do Diabo, dos poderes demônicos da história, ou até mesmo da situação presente de pecado, ignorância, apatia e erro nos seres humanos. Os “principados e poderes” confrontam os poderes de Deus. Deus nunca é conquistado por estas forças, mas cremos que seus propósitos são atrasados e frustrados por elas.

Quinto, o reino que Deus governa é presente, mas aponta para frente. “Venha o teu reino”. Ainda que vejamos evidências da sua presença hoje, a sua consumação está no futuro. … A visão do reino de Deus não precisa ser apocaliptica, mas é sempre em algum sentido escatológica.

Em resumo, o reino de Deus é o nosso desafio último e a nossa esperança última. Portanto, não é surpresa que foi a mensagem central de Jesus Cristo. Ele precisa ser descoberto por nós, declarar e viver tudo o que é bom e verdadeiro em tudo o que o reino implica.

Antonio Carlos Barro
Visite o Sermão

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*